Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar da adicção ao jogo

Chamo me Rogério Lima, moro em Alagoinhas/BA, Brasil, jogador compulsivo em recuperação há 270 dias, graças ao meu Poder Superior[i],  às minhas reuniões de ajuda mutuo, aos meus amigos e ao amor que sinto pela minha família.

 

 É com muita felicidade e gratidão que aprendi a viver um dia de cada vez, e tem dado certo. Sei o quanto preciso do meu ontem, para fazer julgamentos de minhas imperfeições. Tenho muitas ferramentas para fazer o meu hoje em abstinência, reformulando meus antigos comportamentos e acreditando positivamente que só eu posso, mas não posso sozinho. Quanto ao meu amanhã e seus resultados, somente meu Poder Superior poderá traçar este caminho.

 

Sei que tenho erros e acertos; tristezas e alegrias; desânimo e vitalidade; isso acontece porque sou humano e carrego um turbilhão de sentimentos. Hoje, vivendo o programa de doze passos, sei o quanto é importante identificar e trabalhar essa intensidade de emoções que passam por mim diariamente. Compreendo que felicidade completa não existe, e também não teria graça. Preciso encher minha alma de aceitação e renuncia, parece contraditório, porém a vida é assim, viver o lado positivo e me manter invadido de fé e serenidade para os problemas que venham a acontecer.

 

Aprendi a acreditar no tempo de Deus[ii], durante esse 270 dias sem qualquer tipo de aposta, situações que imaginava demorar a acontecer, simplesmente aconteceram. Defino isso como entrega! Algo jamais praticado por mim.  

Estou consciente o quanto é importante para mim, um jogador compulsivo em recuperação, chegar aos nove meses; deixo a euforia de lado, e abro espaço para crença, onde tenho e posso levar a mensagem, a outro dependente que ainda sofre. Sinto muita satisfação quando isto acontece.

 

 

 

Inquérito Europeu Sobre Drogas 2012

Participe neste inquérito Europeu Sobre Drogas, mesmo no seu caso, esteja abstinente de drogas, lícitas e/ou ilícitas, há mais de um ano. Complete todos os dados, com sinceridade, visto o objectivo deste trabalho ser importante de forma a perceber o fenómeno das drogas na Europa, e em Portugal, em especial.

Divulgue o referido link do inquerito pelos seus contactos de forma a que um maior numero possivel de pessoas possa participar.

Recuperar É Que Está A Dar

Siga o link.

 

http://www.drugmarket.eu/

UKESAD 2012

10, 11 e 12 de Maio, em Londres. Um dos mais conceituados eventos sobre a Adicção na Europa. Reúne especialistas internacionais dedicados ao tratamento e à recuperação, longa duração, da adicção.

Caso você seja um profissional sugiro que vá a Londres e participe neste evento unico. 


Siga o link. 

http://www.ukesad.org/

Um dilema silencioso

- Sabia que o alcoolismo afecta o sistema familiar, incluindo as crianças, ao longo de varias gerações? Todos são afectados (avós, pais e filhos).

 

- Alcoolismo na família, incluindo as crianças. Possíveis consequências: Abuso físico, sexual e emocional.

 

- Algumas famílias afectadas pelo alcoolismo são incongruentes derivado à negação dos sentimentos (membros da família) e à posse de um ou mais segredos entre membros da família?

 

- Um alcoólico/a pode ser um individuo que seja: esposo, padre, politico, medico, esposa, advogado, psicólogo, professor, investigador, conselheiro, estudante, irmão, irmã, engenheiro, filho, filha, soldado, policia, actor, actriz, psiquiatra? Não precisa de beber todos os dias, de beber grandes quantidades de álcool e de ser agressivo.

 

- A grande maioria dos indivíduos que abusam de álcool considera que não precisam de ajuda para o problema com a bebida. Quantos portugueses precisam de ajuda para o problema com o álcool? Uma parte considerável deste fenómeno preocupante permanece "escondido" e negado.

 

- A Industria milionária e poderosa do álcool e os seus parceiros. Sabia que existem no mercado, bebidas alcoólicas cujo preço está ajustado em função do consumidor. Vendem-se bebidas alcoólicas, para indivíduos com idade acima dos 16 anos, em garrafões, garrafas, em pacotes e copos. Os preços baixos proporcionam uma maior oferta, potenciando a procura, desde os mais jovens aos mais idosos.

 

- Sabia que as crianças, filhas/os de pais alcoólicos, "carregam" para o resto das suas vidas adultas as consequências do alcoolismo? São adultos que receiam a intimidade, que negligenciam as suas necessidades básicas (amar e ser amado), baixa auto estima, não existe limites nos relacionamentos, são adultos que desenvolvem relacionamentos de intimidade disfuncionais.

 

- Visto o álcool ser uma substância psicoactiva, depressora do sistema nervoso central, alguns alcoólicos apresentam sintomas depressivos.  

Para um indivíduo que abusa do álcool, ou doente alcoólico e está em negação, você sabia que quando ele afirma que não tem um problema com o álcool não está a mentir? Sim. Porque para ele beber e estar sob o efeito do álcool, é perfeitamente legitimo e é um acto social. Faz parte da sua vida, visto ter uma relação especial com o álcool.

 

1. Você bebe álcool quando está zangado/triste?

2. O seu consumo de álcool interfere na hora de chegar ao trabalho?

3. A sua família está preocupada com o seu consumo de álcool?

4. Bebe álcool mesmo quando afirma, para si mesmo, que não o vai fazer?

5. Esquece de coisas enquanto esta embriagado/a?

6. Sente dores de cabeça e ressaca (mau-estar) depois de beber?

Se respondeu Sim a uma ou mais destas questões, peça ajuda pela sua saúde.