Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Seis dígitos - 100.000: Recuperar É Que Está A Dar

 

 

 

 

Noticia: Esta sexta feira passada atingimos os seus digitos - 100.000 visitas e 176.236 page views. Bem haja ao Sapo Mulher e a todos aqueles seguidores do blogue; que enviam comentarios, que visitam paginas, que partilham o blogue pelos seus contactos.

  • O Recuperar das Dependências é o blogue pioneiro em Portugal que aborda a temática da intervenção, prevenção, tratamento e recuperação dos comportamentos adictivos, numa abordagem espiritual, não religioso, sem dogmas e divindades, da qual inclui as substâncias psicoactivas lícitas, inlcuindo o alcool, e as ilícitas, o jogo, as compras - shopaholics, o sexo, o furto - shoplifting, a codependencia.

 Sabia que o blogue Recuperar das Dependências está presente, no Sapo Mulher - Consultórios Online,  desde 2008? São enviadas respostas a todos aqueles que enviam as suas questões e ou dúvidas. 

  • Existem seguidores do Recuperar das Dependencias em varios países de expressão portuguesa (Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Guiné, Cabo Verde).

Alguns comentarios dos seguidores deste blogue

 

“Os meus parabéns pelo blogue. Por um lado, apresenta informação pertinente e estruturada de forma interessante, por outro disponibiliza os conhecimentos, partilhando-os com as outras pessoas. Agradeço-lhe por isso. Vou levar o seu texto para debate dentro de um conhecido hospital psiquiátrico português, para debater em conjunto com algumas pessoas internadas. Bem-haja, Manuel (Nome fictício)”

 

“Meu Deus, como é que pode nos entender assim tão bem?! Fiquei mais animada quando, li os seus artigos. Peço a Deus que continue a ajudar na tua caminhada. Estou em recaída, assim espero melhorar, e seguir em frente pois ninguém é perfeito, mas podemos melhorar, no que queremos! UM FORTE ABRAÇO, Xavier (Nome fictício)”

 

“Ola. Infelizmente sofro de dependência emocional desde que me separei a 4 anos. Não é nada fácil viver com esta doença, pois foram muitas as vezes que caí em depressão, e para fugir dela comprei sempre roupas novas e resultou porque aumentou minha autoestima. Foi muito bom ter encontrado a sua ajuda. Espero que mais pessoas possam ler e mudar de atitude para que todo mundo viva em paz. Álvaro(Nome fictício)  ”

 

“Apesar de seu texto ser para doentes crónicos, eu consegui tirar muito proveito, viver um dia de cada vez é difícil, principalmente que a doença causa ansiedade. Obrigada pelo texto e parabéns, Lídia (Nome fictício)”


“Olá, gostei muito do material (post`s) do blogue. É um assunto que muito me interessa.
Vou iniciar um blogue sobre dependência química e gostaria do seu parecer. Um grande abraço. Vasco (Nome fictício)”

 

“O seu blogue é extremamente inspirador. Ao que parece, muitas pessoas que confrontam a eminência da sua morte redescobrem o poder de canalizarmos toda a nossa energia e paixão a Cada Momento Presente. Como que vendo nele a própria eternidade. Muito Obrigado, Maria (Nome fictício)”

 

“Adorei os artigos. Adicionei aos favoritos para mais tarde voltar a ler e re-ler. Procurei ajuda neste sentido Relações de dependência, mas não encontrei nada que de facto me ajudasse, devo dizer que este artigo me tocou. Muito Obrigada por existir pessoas tão boas que partilham dos seus saberes assim tão desprendidamente.

Obrigado, Abílio(Nome fictício)  ”


“Boas, gostei de ler este artigo, é enriquecedor. Vou passar a ser seguidor frequente. Cumprimentos, Manuel (nome fictício)

 

“Muito obrigado por este belissimo post relativo a recuperar das dependências!

Interessante, obrigado por partilhar. Cumprimentos, António (nome fictício)

 

"Viva João, 
Já li alguns textos sobre codependência e este é sem dúvida o melhor para codependentes! Aproveito para dizer que faço parte dessa grande "família". Obrigada, Ana (Nome fictício)

 

“ Muuuuuito bom o artigo! Excelente! Parabéns e continue publicando! Está ajudando milhões de pessoas.  Carla (Nome fictício)

 

“Muito bom o artigo... Vou seguir as dicas para ver se funciona. “

Cumprimentos, Sónia (Nome fictício)

 

Partilhe o Recuperar das Dependências pelos seus contactos. Queremos atingir as 200.000 visitas