Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Mitos e factos sobre relações amorosas

Quando iniciamos um relacionamento romântico/amoroso com alguém, seja porque razões forem, iniciamos um processo/projecto de vida – a dois.
Como costumo afirmar, numa relação a dois, ambos parceiros levam “o pacote todo” - as características positivas, os talentos, e também os defeitos de caracter.
 
Nas relações de intimidade podemos revelar todo o nosso potencial (qualidades e competências individuais) como seres humanos, espirituais não religioso sem dogmas e divindades, e gregários, mas por outro lado também pode ser revelador do nosso egoísmo, do orgulho doentio, da dependência amorosa, a raiva, a competição, o controlo e o medo, o ciúme e a inveja.

Ao longo do processo de sociabilização, desde a infância até à idade adulta, podemos desenvolver crenças e conceitos (mitos disfuncionais) quer sejam adquiridos e desenvolvidos na família de origem, ou com outras pessoas significativas. Mais tarde, se nao estivermos atentos podem tornar as nossas relações em “ralações” sérias e negativas.

Alguns Mitos (crenças internas) e alguns factos (realidade)

Mito: Crença"Se me envolver com outra pessoa numa relação irei perder a minha individualidade."
Facto: As relações saudáveis enaltecem o verdadeiro Self/Eu em vez de o anular.

 

Mito: Crença "Se realmente souberes quem sou, não irás gostar de mim."
Facto: Nas relações saudáveis o parceiro/a gosta de nós tal como somos. Somos amados dessa forma.

 

Mito: Crença "Se descobrires que não sou perfeito; irás abandonar-me."
Facto: Ninguem é perfeito; não existem relações perfeitas.

 

Mito: Crença "Numa relação somos como um todo. Temos de concordar sempre um com o outro. Quando existirem diferenças de opinião e criticas um de nós tem de vencer enquanto o outro perde."
Facto: Nas relações saudáveis somos seres separados por opiniões, ideias , perspectivas e valores diferentes. Como duas pessoas envolvidas numa relação respeitamos e valorizamos essas mesmas diferenças individuais.

 

Mito: Crença "Ficar vulnerável, emocionalmente, perante o parceiro/a tem sempre um impacto negativo. Irei sempre ser magoado/a."
Facto: Nas relações saudáveis ficar vulnerável tem algumas vezes resultados negativos, assim como, resultados positivos. Todavia, ficar vulnerável é o único “caminho” para se atingir a intimidade conjugal (ex. honestidade e confiança).

 

Mito: Crença "Nunca criticar ou discutir um com o outro na relação."
Facto: Nas relações saudáveis os casais discutem de vez em quando e fazem e recebem criticas em relação ao comportamento de cada um (feedback).

 

Mito: Crença "Qualquer coisa que corra mal na relação, sou o culpado/a. Sou uma pessoa detestável, só faço asneiras."
Facto: "Nas relações saudaveis quando as coisas correm mal podem ser da responsabilidade (erros) de um dos parceiros, outras não. Coisas horriveis podem acontecer, mas isso não faz de mim uma pessoa horrível."

 

Mito: Crença "De forma a ser amado por alguém preciso de ser uma pessoa feliz o tempo todo."
Facto: Nas relações saudaveis, as pessoas às vezes são felizes outras vezes estão tristes, outras vezes estão zangadas e algumas vezes assustadas.

 

Mito: Crença "Vamos confiar um no outro, cegamente e totalmente, sem rodeios e/ou duvidas."
Facto: Nas relações saudáveis, a confiança evloui gradualmente.

 

Mito: Crença "Fazemos tudo juntos, seremos como um todo."
Facto: Nas relações saudaveis, as pessoas passam algum tempo juntos, também passam algum sozinhos e/ou com amigos.

 

Mito: Crença "Irás saber antecipadamente, instintivamente, as minhas necessidades, desejos, vontades e os meus sonhos. Se gostas realmente de mim, precisas de advinhar como estou a sentir."
Facto: Nas relações saudaveis, se as necessidades, desejos e ou vontade que não forem expressas (por ex. devem ser verbalizadas com convicção) é muito provavel que não sejam preenchidas e ou entendidas pelo parceiro/a.

 

Mito: Crença "Se não controlar a relação (o/a parceiro/a) será o caos total."
Facto: Nas relações saudaveis, cada um é responsavel por controlar as suas próprias atitudes, comportamentos e situações que exigem atenção em conformidade, conscientemente. Existe fases nas relação que se partilha o controlo e outras que se entregam “as rédeas”.

 

Mito: Crença "Se realmente nos amamos iremos permanecer juntos para todo o sempre."
Facto: Nas relações saudaveis, as pessoas permanecem juntas e ou separadas por variadissimas razões. A lealdade, a confiança, a intimidade e o compromisso mudam e desenvolvem-se com o tempo.
 
 


 

 

2 comentários

Comentar post