Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

A importancia da confrontação nas relações e na Adicção


 

O que é a confrontação nas relações e na Adicção?
- É o acto de revelar, trazer, “puxar” ( arte que exige prática e aprendizagem) a pessoa a enfrentar, “ cara-a-cara “ a sua realidade distorcida – efeito espelho.
A confrontação, na comunicação nas relações e na Adicção, ocorre quando é observado uma discrepância/divergência entre:
 
a) Aquilo que a pessoa DIZ e a percepção do ouvinte acerca daquilo que a pessoa FAZ. Quando o problema da adicção (ex. consequências) é abordado a pessoa minimiza, justifica, racionaliza, mente, projecta, maximiza.


b) Aquilo que é dito agora (hoje) e aquilo que foi ouvido ou afirmado, anteriormente (há uma semana). "Promessas quebradas" e ou plano de intenções que não passam das palavras aos actos.

c) Aquilo que é dito agora e as suas acções no dia-a-dia.
Para o dependente de substancias psicoactivas lícitas, incluindo o alcool, e/ou substâncias ilícitas a sua realidade tem sido negada, reprimida e evitada por muito tempo através da sua adicção.
 
Para um individuo dependente de substâncias psicoactivas lícitas, incluindo o álcool, e/ou as ilícitas o mais importante é consumir "Beber só mais um copo" ou "Consumir drogas só mais uma vez...porque não tem problema e consegue controlar" nem que tenha de negar a sua realidade, por ex. consequências da adicção na área familiar, incluindo as crianças, área financeira, profissional, saúde, legal, etc. Nesta situação específica, o adicto é capaz de ser tão convincente que a própria familia acredita (nega) e é permissiva na confrontação.
 
Através da confrontação na comunicação dizemos aos outros como é que os observamos utilizando argumentos concretos, por ex. factos, evitando, assim o julgamento moralista e/ou a critica destrutiva. A confrontação para ser eficaz não pode ser conduzida de uma forma agressiva (ex. humilhação) mas de uma maneira firme, directa, com respeito e assertividade. A confrontação na comunicação é uma acto de coragem que gera confiança entre as pessoas ao invés de as separar. 
 
O intuito da confrontação é proporcionar conhecimento ao outro sobre determinado comportamento ou problema que só é observado pela pessoa que confronta.