Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Pessoas Especiais (Mentores) Betty Ford

Betty Ford - 1918 - 2011

 

 

Na passada sexta-feira faleceu Betty Ford, aos 93 anos.

 

Quem foi Betty Ford? Nasceu a 18 de Abril de 1918, na cidade de Chicago. O seu nome de nascimento é Elizabeth Anne Bloomer. Era uma adicta em recuperação, ao álcool e medicamentos sujeitos a receita médica, em recuperação há mais de 30 anos. Foi esposa do Presidente Americano Gerald R. Ford (Primeira Dama entre 1974 - 1977). Esta ilustre senhora conseguiu surpreender pelo seu carácter e talento ao conseguir superar a adicção ao álcool e aos medicamentos (substancias psicoactivas licitas – benzodiazepinas) e o cancro da mama, onde mais tarde sofreu uma mastectomia.

 

Em 1974, a sua família reuniu-se para a apoiar de forma a interromper a progressão da adicção activa. Logo após esta intervenção familiar, Betty Ford foi admitida para tratamento, em regime de internamento, no Long Beach Naval Hospital, na Califórnia, EUA. Depois de terminar o tratamento, e iniciar a sua recuperação da adicção inaugurou em 1982, com o empresário na área da indústria e embaixador Leonard K. Firestone, um dos centros de tratamento mais reputados nos EUA, o Betty Ford Center, instituição sem fins lucrativos. Esta conceituada instituição de tratamento, para indivíduos adictos a drogas licitas e/ou ilícitas, adoptou a filosofia dos 12 Passos, dos Alcoólicos Anónimos, ao modelo de tratamento. Algumas celebridades que estiveram internadas nesta instituição; Liza Minnelly, Elizabeth Taylor, Mary Tyler Moore, Mickey Mantle e Darryl Strawberry entre outros.

 

Aproveito a oportunidade para prestar uma sincera homenagem a esta ilustre e humilde senhora pelo seu trabalho, em prol dos outros, e pelo seu valioso contributo no tratamento e recuperação da adicção ao álcool e medicamentos sujeitos a receita médica.

 

Na minha passagem pelos EUA constatei, com surpresa, que o movimento associado à Recuperação da Adicção assume um papel muito significativo na sociedade americana porque, entre outros factores, pessoas ilustres, como a Betty Ford assumiram a sua adicção publicamente, realçando a necessidade da recuperação, contribuindo assim para a luta contra o estigma, a negação e a vergonha. Este flagelo não acontece só aos outros. A dependencia (Adicção) á medicação prescrita pelo medico é um fenomeno oculto em Portugal, do publico em geral, que assume proporções preocupantes. Precisamos de exemplos semelhantes em Portugal.

 

Um saudoso adeus.

 

 

“Sou uma mulher simples, que foi chamada ao palco num momento extraordinário da minha vida” Betty Ford

 

 Siga o link (entrevista)

 http://recuperarequeestaadar.blogspot.com/2008/02/betty-ford-uma-alcoolica-em-recuperao.html