Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Pegadas na Areia




Tenho um amigo muito especial. Conheci-o em Lisboa, no final dos anos oitenta. Ele é para mim um modelo de determinação, de bravura, de resiliencia; essa inaudita capacidade de resistência humana perante a adversidade.
 
Ele é VIH positivo, há 17 anos, está em recuperação da adicção às drogas há 18 e é um homem maravilhoso e um pai dedicado.


 


A amizade é um dos grandes " tesouros " da minha existencia.


"Por vezes, os amigos estão lá para nós, quando não conseguimos ser um companhia saudavel e positiva para nós mesmos."



Um dia, ofereceu-me esta extraordinária “meditação” que guardo com imensa devoção e carinho.


 


Gostaria de reforçar que a mensagem desta bonita "meditação" é de caracter espiritual, não religioso, sem dogmas e divindades.



Pegadas na areia
Uma noite eu tive um sonho...
Sonhei que andava a passear na praia com o Senhor, e no firmamento, passavam cenas da minha vida. Após cada cena que passava, percebi que ficavam dois pares de pegadas na areia: um era o meu e o outro era do Senhor.

Quando a ultima cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes, no caminho da minha vida, havia apenas um par de pegadas na areia.

Notei também que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver. Isso aborreceu-me deveras e perguntei ao Senhor:



- Senhor, tu disseste-me que, uma vez que resolvi seguir-Te, Tu andarias sempre comigo, em todos os caminhos. Contudo, notei que durante as maiores tribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque é que, nas horas em que eu mais necessitava de Ti, Tu me deixaste sozinho.

O Senhor respondeu-me:
- Meu querido filho, jamais te deixaria nas horas de prova e sofrimento. Quando viste, na areia, apenas um par de pegadas, eram as minhas. Foi exactamente aí que peguei em ti ao colo.”


 


Um grande Bem Hajas Amigo e "Professor"
 
 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.