Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Um caso sobre a progressão na adicção ao jogo

Uma noticia no Jornal de Noticias, de Dezembro 2011, referia o seguinte “Derretia no casino 50 mil euros por noite.” De acordo com a referida noticia este individuo a que vamos chamar Marques (nome fictício), porque na realidade a verdadeira identidade não é relevante, era um indivíduo que nas suas incursões noctívagas fazia-se sempre acompanhar por futebolistas que mais tarde veio a burlar, e muitas vezes fazia questão de ser ele a pagar as despesas nos bares e discotecas. Era visita assídua num Casino da zona norte do país. Segundo o responsável das Relações Publicas do referido Casino, era muito bom cliente, viciado em jogo, que com facilidade perdia milhares de euros. Algumas pessoas que se sentem lesadas e vitimas no processo reclamam 4.022 milhões de euros, todavia os seus rendimentos não permitiam tais gastos faustosos. Na altura em que este post é escrito, Marques encontra-se em prisão preventiva e está falido.

 

O problema relacionado com o jogo não se prende somente em perder dinheiro, as consequências afectam todas as áreas da vida do indivíduo. O jogo revela-se um problema quando interfere na relação com a família, incluindo as crianças, com o trabalho, escola, afecta a reputação, afecta a saúde mental e física, afecta os recursos financeiros,

 

Neste caso especifico, do Marques creio estarem reunidas algumas das principais características adicção ao jogo.

 

Empréstimos e dívidas,

Incapacidade de interromper a actividade associada ao jogo,

Vangloriar-se sobre os seus recursos e competências sobre o jogo (excitação e absorção),

Alienação da família e amigos,

Incapacidade de proceder ao pagamento das dívidas,

Mentira,

A sua reputação é seriamente afectada,

Actividades ilícitas,

Perda do controlo,

As suas investidas para jogar no casino aumentam a frequência e tempo,

Falência,

Desespero,

e finalmente a prisão.

 

Se você identifica um problema associado ao jogo, peça ajuda. No caso do Marques poderá identificar a progressão, a sua (dele) incapacidade de interromper a actividade associado ao jogo e as consequências negativas, isto é, o problema do jogo do Marques foi piorando, cada vez mais, só ter sido possível interromper o seu comportamento problemático na prisão. Se você identifica um problema precisa:

Readquirir o controlo da sua vida,

Precisa de reestruturar os seus recursos financeiros,

Identificar e tratar (reparar) das consequências negativas na sua família, incluindo as crianças,

Prevenir a recaída antes que o seu problema com o jogo complique cada vez mais. Qual é o seu limite para parar de jogar? Se você continuar a jogar, pensando que o faz para recuperar aquilo que perdeu, isso pode significar que não há limite.

Faço votos de que o Marques consiga refazer a sua vida, com dignidade e humildade. Recuperar é que está a dar.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.