Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Doença ou comportamentos marginais?

A doença da adicção permanece um problema de saúde complexo, todavia só nos últimos vinte anos foi possível, graças à investigação nos EUA, compreender uma parte muito significativa do problema.

 

A adicção afecta a saúde do indivíduo, da família, incluindo das crianças, a qualidade de vida e o trabalho.  

Ninguém escolhe ser doente (adicto/a). Não é um acto voluntario.

Ser adicto/a não significa ser marginal, ser fraco, “ovelha negra”, ser diferente e anormal (estigma e negação).  

 

Através do tratamento é possível interromper a progressão da adicção, permitindo assim ao indivíduo, responsabilizar-se pela sua recuperação. Todavia, tal como acontece com outro tipo de doenças crónicas é possível haver recaídas e deslizes.

 

Conceito actualizado sobre a Adicção (Dependências)

Segundo a Sociedade Americana da Medicina da Adicção[i] a adicção é uma doença primária, crónica que interfere e afecta o sistema/estrutura do cérebro responsável pelo prazer, pela motivação e memoria e os circuitos neuronais adjacentes. Sabe-se que uma alteração e disfunção destes circuitos neuronais conduzem ao aparecimento de sintomas a nível biológico, psicológico, social e espiritual no indivíduo, que se reflecte na busca e recompensa patológica do prazer e alivio, através do consumo de substâncias psicoactivas (lícitas e/ou ilícitas) e/ou outros comportamentos (exemplo, jogo). Por outras palavras, a Adicção funciona como uma “almofada” perante determinadas situações e adversidades ao longo da vida do indivíduo.

 

Ainda não é possível detectar, com exactidão, quando e como o individuo despoleta a adicção, visto estarmos perante um problema extremamente complexo e multidimensional. Não existe uma solução simples, cada caso é um caso, mas através dos avanços na investigação e da experiencia empírica é possível haver progressos no tratamento e na recuperação.

 

Alguns sintomas da adicção

Comportamentos repetitivos (compulsão na busca da recompensa e do alivio da tensão/desconforto físico e/ou psicológico no individuo) pode ser substâncias lícitas, incluindo o álcool, e/ou ilcítas ou comportamentos exemplo o jogo.

Pensamentos irracionais (falácias e erros cognitivos) e comportamento impulsivo

Craving (desejo intenso e busca do alivio e recompensa seja substâncias psicoactivas lícitas e ilícitas e/ ou comportamentos)

Memórias eufóricas

Manter o comportamento problemático apesar das consequências adversas

Perda do controlo e negligencia as obrigações familiares, incluindo as crianças, e sociais.

Alguns indivíduos adictos a substâncias lícitas, incluindo o álcool, e/ou ilícitas (drogas) podem desenvolver outro tipo de adicção a comportamentos (exemplo; jogo, distúrbio alimentar).

Através do tratamento é possível interromper a progressão activa da adicção e proporcionar ao indivíduo adicto competências e recursos necessários para uma vida digna e recompensadora, a que podemos designar de recuperação.

 

O que é que significa Recuperação?

Recentemente, a agência federal norte americana SAMHSA (Substance Abuse Mental Health Services Administration), após consulta com os parceiros sociais, definiu o conceito de recuperação da adicção da seguinte forma:  

“Um processo de mudança através do qual as pessoas prosperam e a melhoram sua saúde e o seu bem-estar, de uma forma auto-suficiente, na busca do seu pleno potencial.”

 

Se você é adicto/a ou membro de família em vez de permanecer doente e isolado está na hora de mudanças na sua vida, Recuperar É Que Está A Dar.





[i] Siga o link da Sociedade Americana da Medicina da Adicção (ver definição)

http://www.asam.org/research-treatment/definition-of-addiction

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.