Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Recuperar das Dependências (Adicção)

Contra o estigma, a negação e a vergonha associados aos comportamentos adictivos. O silêncio não é seguramente a melhor opção para a recuperação; ninguém recupera sozinho.

Leituras de 2020

livros-sobre-jornalismo.jpg

As minhas leituras de 2020, das quais recomendo.

Daniel H. Pink – “Quando”

Brené Brown – “A Força da Coragem”

Daniel Kahneman – “Pensar, depressa e devagar” segunda leitura

Adam Grant – “Originais”

Sam Harris – “Os Orfãos da Religião”

Yuval Noah Harari – “”Homo Deus”

Richard Thaler e Cass R. Sunstein – “Nudge”

Steven Pinker - “O Iluminismo – Agora”

Elisabeth Kubler-Ross – “A Roda da Vida”

William Miller e Stephen Rollnick – “Entrevista Motivacional” 3ª Edição

Ed Catmull – “Criatividade”

Sheryl Sandberg e Adam Grant - “Opção B”

 

 

Nota pessoal: O critério para a seleção dos livros deve-se, principalmente, aos seus autores, investigadores de renome, cujas temáticas, tais como a motivação, a mudança, a felicidade, a resiliência, a garra, a persistência, os hábitos são temas recorrentes no meu trabalho do dia-a-dia. Desde 1993, dedico uma parte substancial, da minha carreira profissional, à aprendizagem contínua como forma de manter-me atualizado, a fim de prestar o melhor serviço possível, a todos aqueles que procuram, na doença e na adversidade, encontrar competências para vencer. Afinal, o que seria de nós, se não tivéssemos defeitos, se não estivéssemos expostos à adversidade e se não tivéssemos ajuda? Graças aos defeitos, à adversidade e haver pessoas especiais, conseguimos ser pessoas honestas, persistentes, mais resilientes e encontrar um propósito na vida; fazer a diferença, pela positiva, um dia de cada vez. As pessoas mais felizes gostam de pessoas.

Sentimentos e decisões

pub 32.jpg

Sentimos a dor, o remorso, a vergonha, a culpa mas orientamos a nossas decisões pela motivação, confiança e esperança.

Feliz 2021

Recuperar é que está a dar (4).png

Seja o mais feliz possivel! O melhor possivel de ontem pode ser diferente do melhor possivel de hoje, para melhor

Desafios do devir

pub 29.jpg

Um dos desafios do devir é conseguirmos adaptar à realidade

Competências individuais e sociais

pub 27.jpg

Errar é uma forma de adquirir competencias individuais e sociais.

A felicidade e a auto estima

hand-in-ok-sign.jpg

 

200ª Dica Arte Bem Viver

Olá,

Será possível ser feliz caso não tenhamos a autoestima a um nível razoável? Na minha opinião, podemos ser felizes, mas não seremos o suficiente. Em prol da arte de bem-viver, precisamos de dar o nosso melhor possível. Iremos ver porquê.

Segundo a Mayo Clinic, conceituada instituição norte americana, afirma que se possuirmos baixa autoestima, isso não significa o fim do mundo, pelo contrário, podemos aproveitar os pensamentos, as crenças negativas e os sentimentos a fim de compreendermos e melhorarmos a forma como nos avaliamos.

A baixa autoestima pode afectar, praticamente, todas as áreas da nossa vida, incluindo, as relações, o trabalho e a saúde. Entretanto podemos fazer algo que vise estimular a autoestima.

Pense em situações ou questões que afectam negativamente a autoestima: Alguns exemplos.

  • Problemas no desempenho profissional.
  • Autoconceito/sistema de crenças negativas (vergonha, trauma)
  • Gestão de conflitos e falta de assertividade.
  • Dificuldades na comunicação/relacionamento com a esposa/esposo, namorada/o, colegas de trabalho/patrão, ou outra pessoa significativa.

Algumas dicas importantes:

Identifique pensamentos automáticos e crenças negativas

Depois de identificar a situação preocupante, imediatamente a seguir, preste atenção aos pensamentos automáticos negativos. Por exemplo; o que é que você diz a si próprio sobre a situação preocupante? Qual é a sua interpretação da situação?

 

 

Sentimentos e a vida plena

pub 23.png

Não existem sentimentos "bons ou maus", todos são manifestações da vida plena e uma dádiva do auto conhecimento.

Lidar com o imprevisto e com os erros

pub 21.png

Quando decidimos investir num projecto, a longo prazo, precisamos de contemplar o imprevisto e o erro.

Mente aberta à mudança de atitudes e comportamentos

pub 19.png

Eu opto por mudar em vez de procurar desculpas e culpados

Não basta sobreviver é preciso ir mais além

pub 15.jpg

A genialidade humana reclama que não estejamos limitados a sobreviver, mas que sejamos inovadores e resilientes na arte de bem viver.